Ao se falar de manutenção, podemos citar dois principais tipos, a manutenção preventiva e a manutenção corretiva.

Enquanto a primeira busca evitar falhas e danos a máquina, ou seja, mantém a segurança do seu manuseio e de seu funcionamento, a segunda busca corrigir um problema que já está estabelecido.

Ao estabelecer essa diferença entre as duas, podemos dizer o porquê da importância da manutenção preventiva e o porquê de aprofundarmos sobre os benefícios dela neste artigo.

A manutenção preventiva pode ser subdividida em dois tipos, a preventiva sistemática e a preventiva condicional. Assim, a primeira é realizada em determinados intervalos de tempo (de um em um mês, de uma em uma semana…). Já a segunda é realizada quando há uma queda na eficiência da máquina.

Por mais que tenhamos citados esses dois subtipos, neste artigo nós iremos abordar os benefícios da manutenção preventiva em geral.

Imagem para o post sobre os benefícios da manutenção preventiva do blog Acoplast Brasil. Na imagem há engrenagens ao fundo e uma mão segurando uma chave de fenda

Vale citar que o grande responsável por trazer a manutenção preventiva para a empresa é o dono ou, se existir, o gerente do processo de produção.

Lembre-se! Ela deve ser aplicada por gerar uma ótima relação custo-benefício para a indústria. E, principalmente, por garantir que a operação e o funcionamento das máquinas não sejam interrompidos.

Assim você evita possíveis prejuízos em sua operação, como mão de obra ociosa e atrasos para entregas dos produtos.

Após entender um pouco mais sobre manutenção preventiva vamos falar sobre quais são os seus benefícios na produção?

Portanto, veja abaixo quais são os três principais benefícios que esse serviço pode proporcionar para sua indústria:

1. Evita danos a máquina e a perda de dados

Uma máquina não é muito diferente de um corpo humano uma vez que ela também necessita de cuidados periódicos, realizados através da manutenção preventiva. A fim de evitar danos maiores e mais graves a longo prazo.

Também pode ser necessário, quando se tratar de uma máquina com automação, a realização de atualização de softwares, de backups de arquivos e da checagem da existência de arquivos maliciosos para garantir o bom funcionamento do equipamento.

  • Esses cuidados devem ser tomados periodicamente com o propósito de evitar a queda de desempenho da máquina, lentidão dos programas e perdas de informações.
  • Esses problemas citados no ponto anterior podem ocasionar na perda de tempo, de produtividade e, dependendo, de custos desnecessários.

2. Garante a vida útil do equipamento

A manutenção preventiva busca métodos para manter o desempenho e a vida útil da máquina através de planos de ações e verificando seus componentes. Um exemplo é a limpeza geral dos componentes da máquina que, por se tratar de algo básico e simples, não é identificado o devido valor da ação.

  • O excesso de sujeira pode comprometer o funcionamento da máquina através de um superaquecimento, afetando no seu desempenho. Entretanto, a manutenção preventiva buscar evitar esse problema, garantindo a conservação do equipamento.

3. Economia de custos

O custo da manutenção preventiva é muito menor quando se compara com as intervenções que devem ser realizadas para solucionar algum problema e afins.

Essa diferença de custo pode ser identificada ao exemplificar a seguinte situação:

  • Fazer a realização de troca de peças e inspeção de seus equipamentos durante o próprio funcionamento, ao invés de esperar que ocorra algum problema na máquina para investigar e solucionar a causa parando o funcionamento do equipamento.
  • Através desses cuidados periódicos, é consequência a diminuição de equipamentos que são necessários serem substituídos, uma vantagem em médio e longo prazo.

4. Extra

Existem outras formas de manter a qualidade de produção ou aumentar sua produtividade além de aplicar a manutenção na empresa.

Dois exemplos para isso, são:

Portanto, você pode acessar o site da Impacto Consultoria ou entrar em contato com a equipe para adquirir mais conhecimento sobre como melhorar a sua produção ou para a implementação de alguma solução.

Artigo desenvolvido pela Impacto Consultoria, empresa de consultoria em Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Deixe um comentário