" /> Acoplamento de engrenagem: a melhor opção para a sua indústria!

acoplamento de engrenagem - acoplamento industrial de engrenagem G-TORQ

Você sabe o que é um acoplamento de engrenagem? Em quais equipamentos eles são utilizados? Quais as razões para utilizá-lo em sua indústria? E qual precaução você deve ter ao efetuar este uso?

Não se preocupe se você não souber alguma das questões acima. Neste artigo nós abordaremos todas essas perguntas e ao fim desta leitura você estará apto a escolher o modelo de engrenagem ideal para a sua operação.

É importante ter em mente que os acoplamentos são utilizados em operações industriais e seu papel principal é unir dois eixos.

Portanto, há diversos modelos disponíveis no mercado e o seu uso varia de acordo com o seu objetivo. Assim, cada acoplamento é específico para uma determinada atividade industrial.

Para mais informações sobre todos os tipos de acoplamentos e suas respectivas características, veja nosso guia completo.

E aí, vamos falar sobre os acoplamentos de engrenagem?

Vamos lá!

Acoplamento de engrenagem: o que é?

O acoplamento de engrenagem é uma peça de ligação entre eixos rotativos. Ele é o responsável pela regulação de certos desalinhamentos, que são tratados como desalinhamentos inevitáveis.

Assim, seu uso mais comum nas indústrias são em máquinas de construção civil e em usinas.

Esse tipo de acoplamento é muito comum nas operações pois transmite um torque maior em relação ao seu tamanho físico do que outros tipos de acoplamentos, como os de precisão ou lâminas. Com isso, essa transmissão de torque ocorre por meio dos dentes internos dos cubos que são protegidos pela capa do dispositivo.

Eles são utilizados em diferentes equipamentos industriais, como:

  • Aparelhos em usinas;
  • Máquinas de construção civil;
  • Metalúrgicas;
  • Dentre outros.

É importante ressaltar que um dos modelos de engrenagens mais comuns nas indústrias é o acoplamento G-20 e uma das principais marcas é a Falk.

Normalmente, o acoplamento de engrenagem é constituído por uma metade rígida e uma metade flexível. Mas no mercado há outro tipo disponível, falaremos sobre eles a seguir:

Flexível

Utilizado para todos os tipos de aplicações. É constituído por duas buchas externas com uma engrenagem interna e dois cubos com uma engrenagem externa.

Esse tipo acomoda todos os desalinhamentos possíveis e são utilizados em máquinas, rolamentos e outros equipamentos.

Metade flexível, metade rígida

Esse tipo de acoplamento de engrenagem suporta o desalinhamento angular e é constituído por uma metade rígida e uma metade com uma engrenagem flexível. Portanto, ele é utilizado para aplicações que possuem eixos flutuantes.

Para a utilização do tipo correto, recomendamos que você avalie a sua necessidade operacional. Assim você estará apto a analisar qual produto se encaixará melhor ao longo deste processo.

acoplamento engrenagem falk

Por que devo utilizar o acoplamento de engrenagem em minha indústria?

Esse tipo de acoplamento consegue absorver fricções, vibrações e choques. A partir disso, você consegue evitar desgastes do seu maquinário, diminuir custos e aumentar o tempo de vida útil desses equipamentos.

Viu a importância destes ativos industriais em sua operação?

Além disso, eles possuem um ótimo custo-benefício e podem ser utilizados tanto na horizontal, quanto na vertical com pesos reduzidos.

Quais precauções devo tomar ao utilizá-lo?

Para que você consiga intensificar e otimizar os resultados da sua operação é importante tomar algumas precauções.

Portanto, a primeira delas é que os acoplamentos podem se desgastar caso sejam operados sob um desalinhamento excessivo. Logo, os dentes destes acoplamentos serão desgastados e isso ocorre a partir do movimento de deslizamento combinado com uma falta de lubrificação.

Entender esse papel da lubrificação durante todo o processo é fundamental! Ela preserva o acoplamento e ajuda a prevenir o seu desgaste precoce. Mas, lembre-se! Ela deve ser aplicada de forma correta, não havendo necessidade de aplicá-la de forma excessiva.

É importante também se atentar a falha da flange, ela ocorre quando há um fecho insuficiente de aperto da vibração, torção ou inversão de cargas.

Então, para que você obtenha resultados satisfatórios é necessário prestar atenção a todos esses pontos. Além, claro, de conhecer bem todo o seu processo industrial.

E não se esqueça! Na hora de escolher a melhor opção para sua indústria, lembre-se que cada acoplamento possui medidas e tamanhos específico. Portanto, conhecer a sua necessidade operacional é uma peça chave para o sucesso dos resultados.

Como identificar o melhor modelo de acoplamento de engrenagem para sua indústria?

Como vimos no decorrer do texto, é necessário entender quais são as suas necessidades. Assim, você deve selecionar um modelo de acordo com elas, avaliando o tamanho do eixo, diâmetro e o furo máximo que você necessita e que o acoplamento suporta.

Para isso, verifique os catálogos dos acoplamentos de engrenagens e escolha o modelo que mais se encaixa em sua indústria.

Além disso, é importante analisar se a rotação não excede o máximo especificado nos catálogos dos acoplamentos, pois o máximo nunca deve ser excedido. E como já dissemos, para maior durabilidade dos acoplamentos, lembre-se de manter um nível de lubrificação.

Um dos acoplamentos de engrenagens mais procurados são os do tipo G, veja abaixo:

Veja um vídeo abaixo sobre os acoplamentos do tipo G:

Agora que você já entendeu as características e o porquê de utilizar os acoplamentos de engrenagens em sua indústria, busque agora mesmo por melhores resultados!

Então, o que você está esperando? Escolha o modelo de acoplamento de engrenagem que seja ideal para a sua operação industrial!

Deixe um comentário