Se você trabalha em uma indústria, sabe que lidar com os gastos energéticos é um grande desafio para os processos produtivos. Sendo um dos principais insumos da produção, a energia ocupa um papel central quando o assunto é uma gestão mais eficiente.

Existem muitas soluções que podem ser pensadas, como:

  • A troca dos equipamentos;
  • Redução do uso energético com medidas de economia;
  • A troca da iluminação por uma mais eficiente;
  • Entre outras.

No entanto, quando sua indústria precisa de uma solução definitiva, você deve procurar pela Gestão Energética.

Vamos entender um pouco mais sobre este tipo de gestão?

O que é Gestão Energética?

Tendo como principal objetivo a garantia do uso eficiente da energia elétrica – tanto para indústrias e empresas, a Gestão dos recursos energéticos combina:

  • Gerenciamento eficiente;
  • Representação assertiva;
  • Tecnologia da telemetria.

Portanto, a meta é reduzir custos para uma maior competitividade no mercado: eliminando desperdícios e otimizando a produção.

Assim, possibilita várias formas para geração próprias e incorporadas à eficiência energética, utilizando a inteligência de dados como aliada para criação de estratégias relacionadas à essa gestão.

Planejar e agir: uma evolução constante

A Gestão Energética possui uma particularidade fundamental quando o assunto é lidar com a energia por uma perspectiva inteligente.

Por meio da metodologia PDCA, também chamada de Ciclo de Deming ou Ciclo de Shewhart, a Gestão dos recursos energéticos trabalha seguindo a rota de Planejar > Fazer > Checar >Agir, focando sempre nas necessidades específicas e personalizadas de cada cliente.

Assim, seguindo o ciclo PDCA e realizando o acompanhamento mensal dos indicadores definidos nas fases anteriores, é possível realizar ações corretivas de qualquer indicador que fugir da normalidade, tomando ações imediatas. Nesse fluxo, são definidos novos projetos de implantação e o processo do PDCA se inicia novamente.

Mas o que minha empresa tem ao contratar um serviço de Gestão Energética?

Eficiência Energética

A Eficiência Energética pode ser entendida como um conjunto de ações com objetivo de reduzir o consumo de energia sem alterar a produtividade.

Com a presença de equipes especializadas em eficiência energética, é possível fazer uma série de medições e avaliações periódicas, que auxiliam numa compreensão do quadro energético de uma forma geral.

Possui dúvidas sobre este tema? Entenda porque a economia de energia é diferente da Eficiência Energética.

Dentre as ações da Eficiência Energética, contamos com:

  • Mensuração e acompanhamento de indicadores de consumo;
  • Verificação e ajustes de luminância;
  • Medição precisa do rendimento;
  • Medição e ajustes de temperatura.

Geração de Energia

O conceito de geração própria visa trazer ao cliente mais economia e, principalmente, independência.

Com a geração própria é possível identificar novas oportunidades, como a mescla da compra de energia com a geração, oferecendo mais:

  • Economia;
  • Dinamicidade;
  • Controle dos processos.

Assim, dentre as possibilidades, existem diversas alternativas para geração de energia como: solar, eólica, carvão mineral, biomassa, entre outras.

A Arion, orientada por conceitos da Eficiência Energética aplica um estudo que indica qual é a fonte de energia mais adequada para sua empresa e cliente. Muitas vezes, aproveitando partes do seu próprio processo produtivo.

Telemetria

 A análise de informações de consumo pela coleta de dados de medição em tempo real permite a sua avaliação para posteriores decisões de otimização e uma consequente gestão eficiente dos recursos energéticos.

Os dados são apresentados graficamente ou ainda, exportados para planilhas. Nelas, constam informações como:

  • Demanda;
  • Energia Ativa e Reativa;
  • Tensão Elétrica;
  • Corrente Elétrica.

Assessoria Regulatória

Com profissionais especializados em áreas como o Direito de Energia, a frente de Assessoria Regulatória visa fornecer orientações relacionadas às operações que envolvem as Distribuidoras de Energia.

Portanto, o objetivo é sempre agilizar eventuais problemas e desajustes ligados a gestão de energia de uma forma ampla.

Representação no ACL

O trabalho envolve um detalhado estudo de viabilidade técnica e econômica, a escolha da melhor proposta de fornecimento de energia, a intermediação da aprovação de projetos junto aos órgãos responsáveis durante a migração, finalizando com a execução mensal das atividades exigidas pela regulação do setor, além do acompanhamento mensal dos resultados obtidos.

Então, agora que você já entendeu um pouco mais de como encarar os recursos energéticos por uma perspectiva mais inteligente e eficiente, saiba mais sobre os potenciais da Telemetria.

Este texto é uma produção da Arion Otimização em Energia.

Deixe um comentário